Mamã Nasci Mais Cedo ...

vou ficar no serviço de Neonatologia, onde se prestam cuidados a recém-nascidos prematuros ou que nascem com alguns problemas de adaptação, à nova vida fora do útero, e que por isso continuam a precisar de cuidados especiais.

As primeiras visitas que me fizerem, podem deixar-vos muito assustados, ansiosos e impressionados com o meu tamanho, com a quantidade de fios à minha volta, com os alarmes que ouvem, com o tamanho e a quantidade de aparelhos que me rodeiam, mas eu também me sinto um bocadinho assim, assustado e irritado!

Quando me encontrarem estarei numa “caixinha transparente”, na incubadora, aqui dentro estou quentinho e confortável.

Assim que me virem neste mundo novo, uma das muitas questões será: “Quanto tempo terá de ficar internado?” Apesar de eu ser um bebé igual aos outros há características muito próprias que me diferenciam dos outros meninos e por isso não há um tempo definido, mas provavelmente será por algumas semanas…Semanas essas de muita emoção, em que o tempo é avaliado em gramas, em dias de ventilação e em quantidade de leite que já consigo comer!

Que tubinhos são estes que tenho no nariz e na boca? Por ser tão pequenino e por não ter força para respirar nem para mamar, estes tubos vão ajudar-me durante estes primeiros tempos. O tubo mais largo (sonda traqueal) permite a entrada e saída de ar entre o ventilador e os pulmões. O tubo mais fininho (sonda gástrica) vai até ao meu estômago, sendo através dele que poderei ser alimentado várias vezes durante o dia. Mesmo assim para compensar alguma falta de nutrientes e de líquidos, vou ter de ficar com um soro que corre por um fio que entra no meu umbigo, como se ainda estivesse ligado à mamã, a receber tudo aquilo que ela comia e que era importante para o meu crescimento.

Mamã e papá agora que já passaram uns dias e já nos estamos a começar a habituar-nos a esta nova vida e a este lugar… sabem qual é a parte do dia que eu mais gosto? É aquela parte em que eu sei que estão por perto, que me vêem a dormir, que sinto o cheiro da mamã e a mão gigante do papá a cobrir-me… fico muito mais calmo e descontraído, a sonhar com o dia em que irei ao vosso colo pela primeira vez!

Artigo redigido pela Enfermeira Mónica Bráz, Enfermeira no Serviço de Neonatologia e Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica.


Por Susana Carvalho de Oliveira
Enfermeira Especialista em Saúde Materna e Obstétrica
Parteira de profissão e de coração desde 2011. Impulsionadora e diretora do projeto VouNascer. Desde 2006 que trabalha na área de obstetrícia, primeiramente no internamento de obstetrícia de um hospital privado, da área da grande Lisboa, e atualmente no bloco de partos e urgência obstétrica de um hospital público. É também conselheira em aleitamento materno reconhecida pela OMS/UNICEF, reflexologista na área da gravidez e parto, e co-autora do Método Nova-Génese. Empreendedora e dedicada de natureza. Tem 2 filhos rapazes que todos os dias lhe recordam as alegrias da maternidade.

Comentários

Ao escolher o seu país inscreve-se na nossa newsletter para receber as últimas informações sobre maternidade, descontos e novidades.

Ops! Ocorreu um erro

Por alguma razão não foi possível colocar o seu comentário.
Por favor tente mais tarde!

Fechar

O seu comentário foi enviado!

Em breve ficará disponível. Obrigado!

Voltar à Homepage