A Sala de Partos

A sala de partos é um local onde acontece um milagre, o nascimento de uma criança.

Quando o seu corpo der sinais que está em trabalho de parto, é altura de arrumar as malas, e calmamente dirigir-se à urgência do hospital. Caso tenha indução do trabalho de parto ou cesariana marcada, dirija-se ao local combinado previamente com o profissional de saúde.

Dependendo da maternidade, a sala de partos pode ser dividida em vários locais distintos:

Sala de dilatação

Quando der entrada no hospital o enfermeiro ou o médico fará um levantamento dos seus dados pessoais e de saúde mais relevantes, tais como, se tem mais filhos, grupo de sangue, semanas de gravidez, análises e ecografias.

A sala de dilatação destina-se a grávidas que estão em trabalho de parto, que têm a bolsa de águas rota ou que necessitam de vigilância. Permanecerá nesta sala até ser transferida para o internamento, caso não esteja em trabalho de parto, ou até ter 10 centímetros de dilatação (dilatação completa).

Durante o trabalho de parto, por lei, tem direito a um acompanhante, no entanto, existem algumas atividades que podem implicar que o acompanhante tenha de sair por instantes, tais como a observação da mulher através do toque vaginal, a técnica de analgesia epidural, ou até mesmo num parto instrumentado, como o fórceps ou ventosa.

Sala de parto

Muitas vezes a sala de dilatação serve como sala de parto. No entanto, em algumas maternidades, pode ser necessário transferi-la para a sala de parto, onde acontece o nascimento.

Caso o parto seja “normal”, poderá ter presente alguém importante para si, além dos 2 enfermeiros: um especialista para fazer o parto, e outro generalista, para receber o bebé. Se o parto for instrumentado, é possível que não permitam a presença do acompanhante dependendo do serviço e do médico, e podem estar também na sala 2 obstetras e 1 pediatra.

Nesta fase poderá ouvir o primeiro choro do seu bebé.

Bloco Operatório ou de Cesarianas

O bloco de cesarianas é um local restrito, que tem de ser o mais estéril possível para evitar infeções. Durante a cesariana não será possível ter acompanhante.

Caso o bebé esteja bem, e não haja necessidade de cuidados especiais, ele ficará junto de si. Quando a cirurgia terminar será transferida para o recobro com o seu bebé.

Sala de recobro

Atualmente, em quase todas as maternidades, tenta-se que o bebé fique sempre junto da mãe. Durante as 2 horas em que estará nesta sala, o bebé será colocado à mama e será feita uma avaliação cuidadosa quer do estado do bebé, quer da mãe. Finalmente, depois deste tempo de espera, é transferida para o internamento onde poderá receber a visita dos seus familiares, que anseiam por lhe dar os parabéns e conhecer o novo membro.A sala do recobro é normalmente um espaço aberto, com várias camas.

Terá o apoio dos enfermeiros, em todas as fases, durante 24 horas. Sempre que tenha alguma dúvida não hesite em perguntar.


Por Susana Carvalho de Oliveira
Enfermeira Especialista em Saúde Materna e Obstétrica
Parteira de profissão e de coração desde 2011. Impulsionadora e diretora do projeto VouNascer. Desde 2006 que trabalha na área de obstetrícia, primeiramente no internamento de obstetrícia de um hospital privado, da área da grande Lisboa, e atualmente no bloco de partos e urgência obstétrica de um hospital público. É também conselheira em aleitamento materno reconhecida pela OMS/UNICEF, reflexologista na área da gravidez e parto, e co-autora do Método Nova-Génese. Empreendedora e dedicada de natureza. Tem 2 filhos rapazes que todos os dias lhe recordam as alegrias da maternidade.

Comentários

Ao escolher o seu país inscreve-se na nossa newsletter para receber as últimas informações sobre maternidade, descontos e novidades.

Ops! Ocorreu um erro

Por alguma razão não foi possível colocar o seu comentário.
Por favor tente mais tarde!

Fechar

O seu comentário foi enviado!

Em breve ficará disponível. Obrigado!

Voltar à Homepage