A Gravidez Semana a Semana

O desenvolvimento do feto no ventre da mãe é algo que gera muita curiosidade, e o facto de os pais saberem em que fase do desenvolvimento é que o bebé se encontra, ajuda a fortalecer a relação pais-filho. Saiba quais as conquistas do seu bebé semana a semana.

Não haja dúvida que o desenvolvimento de uma nova vida no ventre de uma mulher, é um dos mecanismos mais perfeitos da natureza. O útero materno tem capacidade de proporcionar ao feto todas as condições necessárias à sua sobrevivência, até o seu organismo estar apto a sobreviver no mundo exterior.

Apesar do útero servir como isolamento do meio exterior, protegendo o bebé contra infeções, este não fica isolado, pode contar com os seus sentidos e assim receber informação e comunicar com o exterior, descubra como se processa todo o desenvolvimento do bebé dentro da barriga da mãe, desde a 1ª semana até à 40ª.

O desenvolvimento de um bebé dentro da barriga da mãe, é algo maravilhoso e único. Fotografia de Lina.
O desenvolvimento de um bebé dentro da barriga da mãe, é algo maravilhoso e único. Fotografia de Lina.
1ª Semana
Após a relação sexual, são libertados cerca de 300 a 500 milhões de espermatozoides. Estes, iniciam assim uma longa viagem, pelo sistema reprodutor feminino, até encontrarem o óvulo.

Os espermatozoides mantêm a sua capacidade de fecundação por 2 ou 3 dias, mas apenas alguns chegam ao fim desta viagem cansativa. Ao encontrarem o óvulo, há um, ocasionalmente dois, em caso de gémeos, que consegue perfurá-lo, até a cabeça do espermatozoide entrar no seu núcleo, a este fenómeno chama-se de fecundação.

Quando um espermatozóide consegue perfurar o óvulo, a este fenómeno denomina-se fecundação.
Quando um espermatozóide consegue perfurar o óvulo, a este fenómeno denomina-se fecundação.

Existem espermatozoides com o cromossoma Y, que dão origem a bebés do sexo masculino, e outros com o cromossoma X, que originam os bebés do sexo feminino. Após a fecundação o sexo do bebé está definido, conforme a informação genética que o espermatozoide transporta, X ou Y.

A partir do momento em que ocorre a fecundação, ao conjunto formado pelo espermatozoide e pelo óvulo é denominado de ovo ou zigoto. O ovo sofre agora uma série de divisões celulares originando a chamada mórula, posteriormente estas células organizam-se de forma a gerar o primórdio de um embrião, ao qual se denomina de blastocisto.

O blastocisto continua a sua divisão celular e avança pela trompa, até chegar ao útero. Por volta do 6º dia após a fecundação inicia-se o processo de nidação, isto é, o blastocisto começa a “agarrar-se” à parede do útero.

Curiosidade:

Os espermatozoides com o cromossoma Y são mais rápidos enquanto os espermatozoides com o cromossoma X são mais resistentes, por isso, se a relação sexual for mais ou menos ao mesmo tempo da ovulação, há mais hipóteses de ser menino, se a relação sexual for antes da ovulação, há mais hipóteses de ser menina.

Dica:

Comece a tomar ácido fólico quando pensar em engravidar, pois este será importante para prevenir malformações de algumas estruturas do embrião, nesta fase inicial da gravidez.

2ª Semana
Nesta altura o blastocisto já se encontra no útero, quase que formam um só, e o processo de nidação está completo. É criada assim uma rede primária de circulação entre o útero materno e o embrião, chamada de placenta primitiva, de modo a abastecê-lo de nutrientes e oxigénio fundamentais à sua sobrevivência.

Começa também a observar-se a formação da cavidade amniótica que posteriormente será preenchida com o líquido amniótico.

No embrião primário já se nota a placa precordal, que indica o local onde se irá desenvolver a boca do bebé.

A mórula organiza-se formando o blastocisto que irá viajar até ao útero e agarrar-se a ele para se desenvolver.
A mórula organiza-se formando o blastocisto que irá viajar até ao útero e agarrar-se a ele para se desenvolver.

Curiosidade:

Enquanto o óvulo é a maior célula do corpo humano, o espermatozoide é a célula mais pequena.

Dica:

É importante que marque uma consulta preconcepcional, com o seu médico, antes de engravidar. É fundamental perceber se está tudo bem com a mulher, e se não é necessário fazer ajuste por exemplo de medicação, em mulheres com doenças crónicas, pois esta pode causar malformações fetais.

3ª Semana
O embrião primário mede agora 0,3 cm de comprimento. Esta semana é caracterizada pelo seu rápido desenvolvimento e, normalmente, coincide com a semana em que ocorre a primeira falha da menstruação.
A divisão celular continua e o blastocisto irá sub-dividir-se em 3 folhetos.
A divisão celular continua e o blastocisto irá sub-dividir-se em 3 folhetos.

Nesta fase o embrião primário divide-se em 3 folhetos: a ectoderma que dará origem à pele, sistema nervoso, revestimento do olho e orelha, nariz e esmalte dentário, a endoderma que irá revestir o sistema digestivo e respiratório, e por fim a mesoderma que vai ser a fonte de tecido muscular, tecido conjuntivo (que une, nutre, protege e sustenta os outros tecidos), ossos e vasos sanguíneos.

Gera-se também uma faixa mediana de células, no centro do embrião, até atingirem a placa precordal (futura boca). Na extremidade oposta à placa precordal encontra-se agora uma área circular, chamada de membrana cloacal, que indica o local do futuro ânus. Por sua vez, a faixa mediana através do processo notocordal, origina a notocorda, que define o eixo primitivo do embrião, onde posteriormente se desenvolverá a coluna vertebral.

No final da 3ª semana o embrião possui já um sistema nervoso primitivo (tubo neural), formam-se as meninges, que são membranas que cobrem o cérebro, e a espinal medula.

O embrião apresenta-se dividido em 3 cavidades distintas: uma onde ficará situado o coração, outra para os pulmões e a última para os órgãos abdominais e pélvicos. Também se desenvolvem vasos sanguíneos primitivos, por onde começa a circular o sangue no embrião.

Curiosidade:

O primeiro teste de gravidez, para realizar em casa, surgiu na década de 70, e era necessário esperar 2 horas para saber o resultado. Atualmente os testes de farmácia são fidedignos e não existem falsos positivos, apenas falsos negativos, pois a hormona que interage no teste pode ainda não estar em circulação, em quantidade suficiente, para permitir determinar o estado de gravidez.

Dica:

Se já tem falha da menstruação realize um teste rápido de farmácia para descobrir se está grávida. Se o teste for positivo marque uma consulta pré-natal assim que possível. Se o teste for negativo aguarde mais uma semana, se entretanto a menstruação não aparecer repita novamente o teste.

4ª Semana

O embrião adota uma posição em C. Inicia-se a formação do cérebro, coração, fígado, orelhas, nariz, olhos e intestino primitivo.

O feto adopta a posição em C. Os principais orgãos e sistemas estão em formação.
O feto adopta a posição em C. Os principais orgãos e sistemas estão em formação.

Este é o período de desenvolvimento mais crítico, pois estão em formação os órgãos e sistemas básicos do corpo humano. São distinguíveis pequenos buracos, na região da futura cabeça, que vão dar origem ao canal auditivo, e brotos que vão dar lugar aos futuros braços.

A placenta primitiva produz agora hormonas específicas para manter o desenvolvimento da gravidez, como a hormona gonadotrofina coriónica humana, a elastina e a progesterona, as duas últimas responsáveis em grande parte pelos desconfortos na gravidez.

É através da avaliação da presença da hormona gonadotrofina coriónica humana, no sangue ou urina, que permite validar o estado de gravidez da mulher.

Curiosidade:

O sistema cardiovascular do embrião, é o primeiro a ficar pronto a funcionar.

Dica:

É possível que comece agora a sentir os primeiros sintomas de gravidez. Pode ter náuseas e vómitos, tensão mamária ou simplesmente sentir que o seu corpo se está a modificar. Faça a sua vida normal.

5ª Semana
O embrião mede agora 0,5 cm e flutua no líquido amniótico. A cabeça começa a ganhar forma, e o seu crescimento é óbvio, devido ao rápido desenvolvimento do cérebro. Os batimentos cardíacos do coração primitivo iniciam-se nesta fase, enquanto os restantes órgãos continuam a desenvolver-se.
Os batimentos cardíacos do coração primitivo iniciam-se nesta fase.
Os batimentos cardíacos do coração primitivo iniciam-se nesta fase.

Curiosidade:

O saco gestacional, como se denomina ao conjunto do embrião e da cavidade amniótica, já é visível, ainda que muito pequeno, através de ecografia vaginal.

Dica:

Tenha cuidado com a alimentação, aposte na qualidade e não na quantidade dos alimentos. Se ainda não sabe se é imune à toxoplasmose evite alimentos, como saladas, morangos, fiambre, e o contacto com as fezes dos gatos.

6ª Semana
Agora o embrião mede 0,6 cm, e o seu pequeno coração é perfeitamente audível através de ecografia. Bate a uma velocidade enorme, cerca de 130 batimentos por minuto.

Os brotos que vão dar lugar aos braços desenvolvem-se e já se identifica a zona do cotovelo, pulso e mão. Na extremidade daquela que vai ser a mão, surgem umas pequenas protuberâncias, chamados raios digitais, que darão lugar aos futuros dedos.

Distingue-se 2 brotos mais afastados da cabeça onde se geram as futuras pernas. Também a parte externa da orelha começa a ganhar forma.

Curiosidade:

Atualmente é mais correto falar em semanas de gravidez e não em meses, pois o número de dias varia de mês para mês, assim devem ser contabilizadas 40 semanas de gravidez e não 9 meses.

Dica:

Mantenha-se ativa e saudável, caminhe durante 30 minutos por dia, faça cerca de 6 refeições por dia em pequena quantidade. Reduza ou se conseguir evite substâncias nocivas, como o tabaco e o álcool.

Mesmo grávida deverá manter-se ativa, poderá caminhar durante 30 minutos todos os dias.
Mesmo grávida deverá manter-se ativa, poderá caminhar durante 30 minutos todos os dias.
7ª Semana
O embrião mede agora 1 cm. Fotografia de Ed Uthman.
O embrião mede agora 1 cm. Fotografia de Ed Uthman.

Bravo! O embrião mede agora 1 cm. A cabeça é bastante maior comparativamente com o resto do corpo, e apresenta ainda uma pequena cauda que em breve desaparecerá.

Os futuros braços continuam a desenvolver-se e os dedos das mãos estão ligados por uma fina membrana interdigital. Também os dedos dos pés começam a evidenciar-se.

 

Curiosidade:

A mulher tende a ter mais cáries durante a gravidez, devido à necessidade de cálcio por parte do embrião, que a vai buscar, em parte, aos dentes da mãe.

Dica:

Vá à higienista oral com regularidade, avise apenas que está grávida, pois provavelmente não poderá fazer todo o tipo de tratamentos. Faça uma boa higiene oral, pelo menos 2 vezes por dia.

8ª Semana

O embrião tem agora características indubitavelmente humanas. Os olhos já estão abertos. Inicia-se o processo de formação das pálpebras, até se fundirem uma com a outra.

O pavilhão da orelha assume a sua forma final. Os braços já se encontram dobrados pelo cotovelo e os dedos das mãos ainda são curtos.

Os principais sistemas estão agora formados, mas a sua atividade é mínima. Desenvolvem-se os sistemas urinário, respiratório e reprodutor. Os genitais começam a diferenciar-se, mas ainda é impossível distinguir, ecograficamente, se é menino ou menina.

Os principais sistemas do corpo humano estão formados, mas a sua atividade é mínima.
Os principais sistemas do corpo humano estão formados, mas a sua atividade é mínima.

O embrião ganha também recetores sensitivos na pele que permitem sentir o toque do líquido amniótico, das membranas que o envolvem e até mesmo das paredes do útero. Com o tempo os recetores sensitivos espalham-se por todo o corpo, atingindo primeiro os genitais, palmas das mãos e plantas dos pés.

Curiosidade:

Muitas mulheres sentem ligeiras moinhas na região pélvica, como se tivesse para a aparecer a menstruação, isto deve-se ao crescimento do útero, uma vez que não está habituada.

Dica:

Por volta desta altura, terá a sua primeira consulta de vigilância pré-natal, até lá, vá anotando todas as dúvidas e questões num papel, para depois não se esquecer de as colocar ao profissional de saúde.

9ª Semana
O embrião possui agora características nitidamente humanas. Fotografia de Ed Uthman.
O embrião possui agora características nitidamente humanas. Fotografia de Ed Uthman.

Inicia-se agora o período fetal, pois o embrião já possui características humanas nítidas e passa a denominar-se feto, pesa cerca de 30g e mede 2,5 cm.

O sistema urinário começa a funcionar e o feto já urina, passando o líquido amniótico a ser formado também por urina fetal.

Os músculos da face começam a desenvolver-se e o feto começa a engolir o líquido amniótico.

As pernas são curtas e as coxas longas, a cabeça ainda é grande, relativamente ao corpo.

 

Curiosidade:

No final da gravidez tem cerca de 1L de líquido amniótico e a placenta pesa cerca de 600g.

Dica:

Pode ter vontade de urinar mais frequentemente que o normal, pois o útero começa a fazer mais pressão sobre a bexiga. Tente evitar longos períodos sem ir à casa de banho, pois agora tem uma maior tendência a desenvolver infeções urinárias.

10ª Semana

O feto mede 3 cm. O rosto é mais visível, bem como a língua e a parte interna das orelhas.

Os braços e as pernas estão maiores. Começam a desenvolver-se as unhas nos dedos, que se encontram já separados, quer nas mãos quer nos pés. Distinguem-se também os ombros, as ancas, os cotovelos e os joelhos.

Os órgãos internos principais estão quase todos formados e a maior parte já em funcionamento, mas o seu amadurecimento e desenvolvimento vai sendo progressivo ao longo da gravidez.

Os músculos também já estão a desenvolver-se. O feto mexe-se bastante embora a mãe ainda não sinta.

Curiosidades:

Atualmente, o número de nascimento de bebés do sexo masculino equipara-se ao número de nascimentos de bebés do sexo feminino.

Dica:

Não se esqueça de fazer as primeiras análises da gravidez, que o seu médico prescreveu, durante esta ou a próxima semana.

As análises do 1º trimestre deverão realizar-se por esta altura.
As análises do 1º trimestre deverão realizar-se por esta altura.
11ª Semana

O feto mede cerca de 4 cm de comprimento e pesa à volta de 7 gramas. A pele é muito fina, quase transparente.

O feto mede agora 4 cm e a sua pele é muito fina, quase transparente.
O feto mede agora 4 cm e a sua pele é muito fina, quase transparente.

O intestino que cresceu rapidamente e invadiu o cordão umbilical, começa a migrar para dentro da cavidade abdominal.

O espaço de que ainda dispõe permite-lhe fazer várias acrobacias aquáticas, enquanto mantém o seu desenvolvimento.

Curiosidade:

A mulher que teve mais filhos era Russa e deu à luz 69 bebés.

Dica:

Chegou uma das alturas mais esperadas pelos pais, a primeira ecografia, não se esqueça de a marcar. Esta deve ser realizada entre a 11º e a 13ª semana de gravidez. É uma das ecografias mais importantes, pois faz-se a medição da translucência nucal que, em conjunto com o rastreio bioquímico (análises de sangue), determina a possibilidade de haver alterações cromossómicas no embrião. No entanto, apenas a amniocentese pode dar um diagnóstico concreto.

12ª Semana

O feto duplica o comprimento do seu corpo nesta semana, começando a ser mais proporcional relativamente à cabeça.

Aparecem também centros primários de ossificação no esqueleto do feto, ou seja, os ossos começam a formar-se.

Os braços adquiriram praticamente o comprimento final, no entanto, as pernas ainda são curtas e mantêm-se em crescimento.

A placenta assume agora grande parte do controlo hormonal, responsável por manter a gravidez, e o cordão umbilical é o elemento fundamental para garantir a sobrevivência do feto. Até ao nascimento ele fornecerá todos os nutrientes e o oxigénio necessários.

Ás 12 semanas os ossos começam a formar-se. Fotografia de Graham e Sheila.
Ás 12 semanas os ossos começam a formar-se. Fotografia de Graham e Sheila.

Curiosidade:

Um dos mitos da gravidez é que “a grávida deve comer por dois”. A grávida deve sim comer mais frequentemente, mas em menor quantidade. O ideal é aumentar apenas entre 9 a 12 Kg durante a gravidez.

Dica:

As roupas podem começar a ficar um pouco mais justas. É importante que esteja confortável e utilize roupa que mantenha o abdómen livre de pressões, e um soutien que dê um bom suporte ao peito.

13ª Semana

O feto pesa agora 30 gramas e mede 7,5cm de comprimento. Nesta altura o bebé já está totalmente formado, os sistemas básicos já estão em funcionamento e apartir de agora apenas necessitam de se desenvolver.

O primeiro trimestre de gravidez chega ao seu término. A parte do crescimento e desenvolvimento fetal mais crítica terminou, e o risco de aborto espontâneo reduz bastante.

Nesta semana as impressões digitais aparecem nos dedos minúsculos do feto, estas são únicas e constituirão uma das suas formas de identificação.

Perfil de uma grávida com 13 semanas de gravidez.
Perfil de uma grávida com 13 semanas de gravidez.

Curiosidade:

A maioria das mulheres revela que está grávida à família e amigos, normalmente no final do 1º trimestre, exatamente porque o risco de aborto diminui consideravelmente.

Dica:

É importante, agora que a barriga e o peito começam a crescer, e a tornar-se mais proeminentes, comprar um creme de hidratação corporal, para hidratatar a sua pele e assim evitar as estrias.

14ª Semana

O corpo do feto continua a desenvolver-se a um ritmo acelerado, pelo que há uma maior proporcionalidade entre cabeça e corpo.

Dá-se a ossificação do esqueleto.

Estão também formadas as estruturas que permitem desenvolver o paladar. O feto pode agora experienciar uma nova sensação, o sabor, enquanto deglute o líquido amniótico. Há estudos que defendem que o líquido amniótico tem o sabor dos alimentos ingeridos pela mãe.

O bebé experiencia agora o sabor, enquanto deglute o líquido amniótico.
O bebé experiencia agora o sabor, enquanto deglute o líquido amniótico.

Curiosidade:

O mês em que existem mais partos, em Portugal, é o mês de Setembro.

Dica:

Alterne períodos de descanso, para repor baterias, com períodos de atividade, para promover a circulação sanguínea nas pernas.

15ª Semana

O feto pesa 135g e mede 16 cm. Está quase formado e na ecografia já se identifica o sexo, embora possa ser difícil dependendo da posição do bebé.

Evite os banhos de imersão pela possível descida brusca de temperatura.
Evite os banhos de imersão pela possível descida brusca de temperatura.

A configuração do cérebro está bem definida e já tem pescoço. Começam a crescer as pestanas e as sobrancelhas.

O nariz está completamente formado, mas é difícil dizer que o feto sente o cheiro, pois este depende do ar e da respiração.

Estão formadas as articulações dos braços e pernas.

É possível ouvir o ritmo cardíaco através dum aparelho de ultrassom.

Curiosidade:

Apenas 5% dos bebés nascem na data prevista.

Dica:

Evite banhos de imersão pelo risco aumentado de descida brusca da tensão arterial, podendo depois sentir-se mal ou mesmo desmaiar.

16ª Semana

O aspeto do feto é ainda mais humano. Já alterna períodos de sono com períodos em que está acordado e ativo.

As orelhas estão formadas e assumem a sua posição final na superfície lateral da cabeça. Também a audição já está a desenvolver-se e embora tenha o útero e o líquido amniótico como barreiras, o feto já consegue ouvir o que se passa no mundo exterior. O som que melhor reconhece é a voz da mãe, pois ouve-a mais nitidamente que todas as outras.

A audição está a desenvolver-se e a voz da mãe já é bastante nítida para o feto.
A audição está a desenvolver-se e a voz da mãe já é bastante nítida para o feto.

Nos fetos do sexo feminino os ovários já estão diferenciados e contém já óvulos primitivos.

Curiosidade:

As mulheres nascem com um número determinado de óvulos, e durante a vida não produzem novos óvulos.

Dica:

O útero já está maior e a barriga mais proeminente, podendo sentir algumas dores no baixo-ventre, principalmente se trabalha muitas horas de pé. Se quiser pode adquirir uma cinta de gravidez para a ajudar a suportar o peso da barriga, vai ver que melhora.

17ª Semana

O processo de ossificação continua a decorrer e os ossos do feto vão ficando mais rijos.

As pernas crescem e adotam praticamente o seu comprimento final.

O feto alterna períodos de sono e períodos maiores de atividade, e algumas mães finalmente começam a ter a noção dos movimentos do bebé. Sente algo a mexer dentro da sua barriga, ainda não é nítido, mas de facto já perceciona que qualquer coisa se passa.

Curiosidade:

As grávidas que já tiveram filhos anteriormente, percecionam os movimentos fetais mais cedo, do que as que estão grávidas pela primeira vez.

Dica:

Comece lentamente a preparar o enxoval para o seu bebé. Compre poucas peças de roupa, pois o seu bebé crescerá depressa, e rapidamente as roupas deixarão de lhe servir.

Comece a compor o enxoval do seu bebé, mas não compre muitas peças de roupa, pois rapidamente deixarão de lhe servir.
Comece a compor o enxoval do seu bebé, mas não compre muitas peças de roupa, pois rapidamente deixarão de lhe servir.
18ª Semana

O feto pesa cerca de 200g.

A sua pele já é mais espessa e começa a ficar coberta por uma pasta branca e gordurosa, chamada vérnix caseosa, que ainda estará presente no momento do nascimento. Esta pasta protege a pele do feto do líquido amniótico, impedindo que fique com feridas, gretas e fissuras por estar tanto tempo exposto ao meio aquático.

A vérnix caseosa é uma camada de pasta gordurosa que ajuda a proteger a pele do bebé do líquido amniótico. Muitos dos recém-nascidos ainda vêm envoltos nessa mesma pasta.
A vérnix caseosa é uma camada de pasta gordurosa que ajuda a proteger a pele do bebé do líquido amniótico. Muitos dos recém-nascidos ainda vêm envoltos nessa mesma pasta.

Os genitais dos bebés do sexo masculino estão cada vez mais desenvolvidos, embora ainda possa ser difícil de ver na ecografia. Nos bebés do sexo feminino o útero e as trompas já estão desenvolvidas e posicionadas.

Curiosidade:

Existem apenas 2% de hipóteses de ter uma gravidez de gémeos espontaneamente.

Dica:

É normal as grávidas terem um corrimento vaginal esbranquiçado e sem cheiro, evite usar pensos higiénicos, pois aumentam o risco de infeções vaginais.

19ª Semana

O feto mede 25 cm e pesa 340g.

Os sistemas continuam em desenvolvimento e maturação.

O feto reage bastante aos ruídos exteriores e movimenta-se com frequência, embora tenha também períodos de descanso. O som do batimento cardíaco, dos movimentos intestinais da mãe são algo que já conhece bem, o som da voz da mãe e do pai são os que melhor reconhece. Pode colocar música junto da barriga, o seu bebé já a consegue ouvir e quem sabe não poderá dançar ao seu ritmo.

 

O bebé já ouve e reage aos estímulos do exterior. Pode colocar uma música junto da barriga que depois o bebé irá reconhecê-la.
O bebé já ouve e reage aos estímulos do exterior. Pode colocar uma música junto da barriga que depois o bebé irá reconhecê-la.

Curiosidade:

O facto de romper a bolsa de água não implica ter de parir logo, o bebé consegue sobreviver 24 a 48 horas com pouco líquido amniótico, tem é de se vigiar os sinais de infeção maternos.

Dica:

Se for de férias, assegure-se que tem assistência de saúde disponível, para o caso de necessitar.

20ª Semana

A pele do bebé começa a ser coberta de pelos finos por todo o corpo, chamado de lanugo. Estes permitem manter a pasta branca que protege a pele do bebé do meio aquático.

Os cabelos são agora visíveis.

Os cabelos já são visíveis e os intestinos iniciam a produção das primeiras fezes.
Os cabelos já são visíveis e os intestinos iniciam a produção das primeiras fezes.

O feto começa a produzir gordura, que será uma das suas principais fontes de calor.

Também os intestinos iniciam a sua função e começam a produzir mecónio (primeiras fezes do bebé), constituído por líquido amniótico, células mortas e secreções do sistema digestivo, no entanto, este mecónio apenas será expulso quando o bebé já estiver fora da barriga da mãe. Há situações pontuais em que o bebé pode evacuar dentro do útero da mãe, ficando o líquido amniótico de cor esverdeada.

Curiosidade:

O olfato e paladar da grávida ficam mais apurados. Alguns cientistas referem que esta alteração tem como objetivo evitar que a grávida ingira toxinas, que possam causam problemas fetais, tais como tabaco e álcool.

Dica:

Está quase na hora de fazer a 2ª ecografia, onde possivelmente saberá qual o sexo do seu filhote, não se esqueça de a marcar. Deverá ser realizada entre a 20ª e a 23ª semana de gravidez.

21ª Semana

O feto pesa agora 350g e mede cerca de 30cm. Os folículos pilosos do seu bebé continuam a desenvolver-se, e as sobrancelhas e pestanas começam a crescer.

O bebé mexe-se várias vezes por hora, embora na correria do dia-a-dia seja díficil parar e perceber os movimentos do seu bebé, no entanto, quando estiver a descansar, será o momento em que estará mais desperta e disponível para comunicar com o seu bebé.

Ás 21 semanas os bebé mexe-se vigorosamente mas ainda pode ser difícil ter a perceção dos seus movimentos. Fotografia de Graham e Sheila.
Ás 21 semanas os bebé mexe-se vigorosamente mas ainda pode ser difícil ter a perceção dos seus movimentos. Fotografia de Graham e Sheila.

Curiosidade:

A azia não está relacionada com o facto do bebé ter mais ou menos cabelo. Deve-se simplesmente ao aumento da pressão abdominal que comprime o estômago, e empurra o seu conteúdo, normalmente sucos gástricos, em direção à boca, deixando aquela sensação de queimadura.

Dica:

Para diminuir a azia faça refeições frequentes mas em pequena quantidade, assim os sucos gástricos não serão tão ácidos e a sensação de queimadura será menor.

22ª Semana

O feto, a partir de agora, começa essencialmente a ganhar peso para encher a sua pele enrugada.

As unhas dos dedos mantêm-se em crescimento. Por isso é normal os bebés nascerem com unhas grandes e arranharem-se logo nos primeiros dias.

Começam a desenvolver-se os alvéolos dentários, que posteriormente originarão os dentes de leite.

Perfil de uma grávida às 22 semanas de gravidez.
Perfil de uma grávida às 22 semanas de gravidez.

Curiosidade:

Existem alguns bebés que podem nascer com dentes, estes casos são raros, mas podem acontecer.

Dica:

O seu médico já lhe deve ter passado as análises do 2º trimestre, não se esqueça de as marcar. É por volta desta altura que é feito o despiste da diabetes gestacional (da gravidez), isto implica que tenha de beber um líquido doce, e depois será colhido sangue para ver como o seu corpo está a responder.

23ª Semana
É importante fazer uma boa hidratação da pele para evitar as estrias.
É importante fazer uma boa hidratação da pele para evitar as estrias.

Metade da gestação já passou e o seu bebé encontra-se completamente formado, todos os órgãos e sistemas do seu corpo adquirem a função que terão mesmo após o nascimento. O aparelho respiratório é o que necessita de mais desenvolvimento.

A rede de vasos sanguíneos é cada vez mais extensa mas ainda muito superficial, junto da pele, o que confere à mesma uma tonalidade rosada, quase vermelha, à pele.

Curiosidade:

É frequente, à medida que a gravidez vai avançando, sentir cada vez mais comichão na região das mamas e barriga, isto acontece devido ao estiramento da pele.

Dica:

Não se esqueça de hidratar todo o corpo, mas principalmente a região da barriga e mamas, pois são as zonas que mais aumentam de volume durante a gravidez. Hidrate-as idealmente 2 vezes ao dia.

24ª Semana

O feto pesa agora 570g e atingiu o que se chama de viabilidade fetal, isto é, terá hipóteses de sobreviver, ainda que com ajuda, no meio extrauterino.

Durante esta semana desenvolve-se uma substância de extrema importância, chamada de surfactante. Ainda que em pequena quantidade, esta é fundamental para permitir aos alvéolos pulmonar, estrutura dentro dos pulmões, responsáveis pela trocas de oxigénio e dióxido de carbono, expandirem-se e manterem a sua funcionalidade.

Os pulmões começam a produzir o surfactante, fundamental para a expansão dos álvéolos pulmonares.
Os pulmões começam a produzir o surfactante, fundamental para a expansão dos álvéolos pulmonares.

O feto continua a acumular gordura aos poucos.

Curiosidade:

O útero, durante a gravidez, aumenta de volume 500%.

Dica:

O peso do bebé começa a sentir-se nas pernas, e é possível que estas fiquem mais cansadas. Alterne períodos de atividade com períodos de repouso, de preferência com as pernas elevadas.

25ª Semana

O feto mede 35 cm e pesa 680g.

A pele está mais espessa e o feto começa a encher as suas pregas de pele enrugada com a gordura que começa a acumular.

Formam-se as glândulas sudoríparas e os músculos têm grande atividade.

O sistema respiratório continua a desenvolver-se, dá-se a abertura das narinas, evidenciam-se alguns movimentos respiratórios e os alvéolos continuam a produzir o tal surfactante que permite a sua expansão, gradualmente a quantidade produzida vai aumentando.

Ouve perfeitamente e reconhece a voz da mãe, sobressalta-se com ruídos repentinos. Dá socos, pontapés e pode ter soluços e tosse.

Curiosidade:

A gestação mais longa do reino animal é a do elefante, tem a duração de 2 anos.

A gestação mais longa do reino animal é a do elefante.
A gestação mais longa do reino animal é a do elefante.

Dica:

Comece a pensar no quarto do bebé, principalmente se quer fazer grandes modificações, é que daqui a 3 meses o bebé já poderá nascer.

26ª Semana

Entrou no 3º trimestre de gravidez, agora já falta pouco. O sistema respiratório continua a amadurecer e a quantidade de surfactante a ser produzida é cada vez maior.

O sistema nervoso consegue controlar os movimentos respiratórios e a temperatura corporal.

O sistema nervoso vai amadurecendo aos poucos e o bebé começa a conseguir controlar os movimentos respiratórios.
O sistema nervoso vai amadurecendo aos poucos e o bebé começa a conseguir controlar os movimentos respiratórios.

Os sons que ouve são cada vez mais familiares e depois de nascer irá reconhecê-los, por esta razão é que os bebés se mantêm a dormir profundamente mesmo com barulho em casa, pois já sabem o que esperar.

Curiosidade:

As contrações podem manter-se depois do parto, mas a sua intensidade é bastante reduzida. Não são cãibras mas sim contrações do útero de modo a laquear (“fechar”) os vasos sanguíneos que ficaram a sangrar depois do parto, e evitar as hemorragias.

Dica:

Se quiser poderá iniciar um curso de preparação para a maternidade. Aqui poderá fazer novas aprendizagens e compreender como decorrerá o resto da gravidez, parto, pós-parto e preparar-se para os cuidados ao bebé.

27ª Semana

O feto pesa cerca de 900 gramas e mede 37cm.

Os olhos reabrem-se mas a sua cor ainda não é definida. Todos os bebés ao nascer, apresentam a íris do olho de cor acinzentada, com o tempo há de ficar com a sua cor definitiva.

É possível ver nas ecografias o feto a chuchar no dedo e os seus movimentos são agora nítidos para a mãe.

Muitos bebés aprendem a chuchar no dedo ainda na vida intra-uterina e assim desenvolvem o reflexo de sucção.
Muitos bebés aprendem a chuchar no dedo ainda na vida intra-uterina e assim desenvolvem o reflexo de sucção.

As unhas dos pés  também já estão desenvolvidas e continuam a crescer, pode preparar-se para a manicure logo após o nascimento do bebé.

Curiosidade:

Num bebé o cérebro representa 10% do seu peso corporal, enquanto que num adulto, representa apenas 2%.

Dica:

As varizes nas pernas e sensação de pernas cansadas podem estar cada vez mais presentes. O uso de meias de descanso pode ser aconselhado.

28ª Semana

O feto vê e já reage à luz, inclinando-se conforme a incidência desta sobre o abdómen.

Continua a ganhar peso e tem agora cerca de 1 Kg.

O sistema respiratório mantém-se em desenvolvimento mas, se nascer ainda necessitará, muito provavelmente, de ajuda para respirar.

Curiosidade:

É habitual ouvir-se dizer que se a barriga está mais “empinada” o bebé é rapaz e se a barriga for mais arredondada é menina. Na verdade cada barriga é diferente e o facto de estar mais ou menos proeminente tem simplesmente a haver com as dimensões do bebé e a estatura da mãe.

Na gíria diz-se que uma barriga mais “empinada” é de rapaz e uma mais arredondada é de rapariga, mas isto não tem fundamento científico.
Na gíria diz-se que uma barriga mais “empinada” é de rapaz e uma mais arredondada é de rapariga, mas isto não tem fundamento científico.

Dica:

É normal que devido à pressão e ao aumento de volume de sangue nas veias desenvolva varizes ou hemorroidas, utilize meias de descanso. Evite estar longos períodos sentada, alterne períodos de descanso com períodos de atividade e, se necessário, utilize um laxante para a ajudar a evacuar.

29ª Semana

O feto mede 37 cm e pesa 1,100kg, continuando a acumular gordura.

Os pulmões estão na fase final de desenvolvimento.

As papilas gustativas ficam mais desenvolvidas e o gosto apurado.

As papilas gustativas estão a desenvolver-se.
As papilas gustativas estão a desenvolver-se.

Curiosidade:

O facto de ter uma cesariana não invalida que numa próxima gravidez não possa ter um parto normal, no entanto, se tiver 2 cesarianas à partida, num parto futuro, será feita nova cesariana.

Dica:

Se deseja fazer colheita de sangue do cordão umbilical, para conservação de células estaminais, comece a ver sites para decidir qual a empresa com que o deseja fazer.

30ª Semana

A parte pensante do cérebro está bastante desenvolvida e já reage à dor.

Nas meninas o clitoris ainda não está completamente coberto pelos grandes lábios e nos meninos os testículos descem para o escroto.

Curiosidade:

Não existem estudos concretos que demonstrem científicamente que a lua tem influência no desenrolar do trabalho de parto, mas alguns profissionais referem verificar-se um maior número de nascimentos na mudança da lua.

Não existem estudos concretos que demosntrem a influencia da lua no iniciar do trabalho de parto.
Não existem estudos concretos que demosntrem a influencia da lua no iniciar do trabalho de parto.

Dica:

Lentamente vá continuando a compor o enxoval do seu bebé.

31ª Semana

A audição é quase perfeita e os olhos abrem e fecham.

Reconhece e diferencia perfeitamente a luminosidade da escuridão.

O reflexo de preensão palmar já está desenvolvido, ou seja, já consegue agarrar, quer seja a sua mão, pé ou até mesmo o cordão umbilical.

Os olhos abrem e fecham, e já consegue reconhecer a luminosidade da escuridão.
Os olhos abrem e fecham, e já consegue reconhecer a luminosidade da escuridão.

Curiosidades:

Estudos demonstram que, as mulheres grávidas têm 15% mais falhas de memória, que as mulheres não grávidas.

Dica:

Está na altura da última ecografia, não se esqueça de a marcar, entre a 29ª e a 32ª semana. Esta irá definir o percentil em que o seu bebé se encontra, ou seja, se está mais pequeno ou maior que a média dos bebés, dando uma noção aos profissionais de saúde do seu tamanho.

32ª Semana

O feto mede agora 39cm e pesa cerca de 1,700Kg.

Nesta altura, normalmente, já se virou e está de cabeça para baixo e a posicionar-se para o parto.

Mexe-se com bastante frequência embora o espaço comece a ficar mais pequeno a cada dia que passa.

Já tem bastante cabelo, mas não será essa a razão por que a mãe tem azia, mas sim por aumento da compressão do estômago.

Às 32 semanas o feto já tem bastante cabelo.
Às 32 semanas o feto já tem bastante cabelo.

Curiosidade:

Durante a gravidez, a mulher pode ter mais facilidade em atingir o orgasmo e estes podem ser mais intensos, devido ao aumento de afluxo sanguíneo à região vaginal.

Dica:

Se desejar fazer a conservação de células estaminais, do cordão umbilical, está na altura de contratar o serviço e pedir a entrega do kit, para caso haja um contratempo ainda a conseguir realizar.

33ª Semana

O feto inala líquido amniótico para praticar os movimentos respiratórios, enquanto o próprio sistema respiratório está quase pronto a funcionar.

O bebé treina agora os movimentos respiratórios enquanto inala líquido amniótico.
O bebé treina agora os movimentos respiratórios enquanto inala líquido amniótico.

As estruturas ósseas estão ainda mais rijas, no entanto, a cabeça é ainda formada por placas separadas de forma a permitir o crescimento cerebral e a moldagem da cabeça ao canal de parto, por isso é que muitos bebés nascem com a cabeça oval, mas esta alteração resolve-se sozinha, e ao fim de 2 ou 3 dias já terá a cabeça redondinha.

Curiosidade:

Uma das crenças populares, que não tem qualquer base científica, é que se a grávida tiver algum desejo e não o satisfizer o bebé poderá nascer com alguma marca.

Dica:

Deve ter novas análises sanguíneas para realizar, não se esqueça de as marcar. Terá também de repetir a prova de tolerância à glicose, para determinar se tem ou não diabetes gestacional.

34ª Semana

O feto pesa cerca de 2,100Kg e mede cerca de 41cm. Em caso de parto prematuro o bebé já tem a capacidade de conseguir respirar sozinho, sem auxílio de máquinas e ventiladores, no entanto, ainda pode ter dificuldade em comer devidamente.

O sistema nervoso central ainda está a amadurecer, e os reflexos podem ainda não estar todos presentes, como por exemplo, o reflexo da sucção, este pode ser ainda um pouco débil e o bebé pode ter dificuldade em mamar.

O bebé já tem capacidade para respirar sozinho se nascer, mas ainda terá dificuldade em mamar.
O bebé já tem capacidade para respirar sozinho se nascer, mas ainda terá dificuldade em mamar.

Curiosidade:

Durante a gravidez pode aumentar até um número de sapato.

Dica:

Prepare o plano de parto e escolha a maternidade em que vai ter o seu filho.

35ª Semana

Basicamente a partir daqui o feto apenas ganha peso, os sistemas estão todos formados e os sistema respiratório e nervoso estão a terminar o seu amadurecimento.

Os 5 sentidos estão desenvolvidos e apurados. O bebé vai treinando os movimentos respiratórios, os rins continuam a formar urina. Continua a chuchar no dedo para treinar os reflexos de sucção e deglutição.

Curiosidade:

Os bebés podem ter soluços dentro da barriga da mãe, estes são sentidos como movimentos ritmados e de pouca intensidade.

Dica:

Aponte os movimentos do seu bebé, na folha específica do seu boletim de grávida. Se sentir o seu bebé mexer menos de 10 vezes em 12 horas contacte um profissional de saúde, para se assegurar que está tudo bem com o seu bebé.

A partir das 35 semanas aponte no seu livro de grávida o número de movimentos que o bebé faz em 12 horas.
A partir das 35 semanas aponte no seu livro de grávida o número de movimentos que o bebé faz em 12 horas.
36ª Semana

O bebé pesa agora cerca de 2,700Kg e começa a exercer mais pressão sobre o colo do útero da mãe que lentamente vai abrindo e preparando-se para dilatar.

A penugem que cobria o seu corpo começa a cair e a pasta branca que cobria o seu corpo e o protegia do meio aquático começa a ser absorvida.

Os sistemas e orgãos estão todos formados. Lentamente vão amadurecendo e preparando-se para o nascimento.
Os sistemas e orgãos estão todos formados. Lentamente vão amadurecendo e preparando-se para o nascimento.

Os intestinos apesar de estarem formados ainda não funcionaram, à partida apenas o farão após o nascimento do bebé.

Curiosidade:

A perda do rolhão mucoso não é um sinal de parto, este apenas indica que o colo está a ficar mais maduro e preparar-se para o parto.

Dica:

Está na altura de fazer as malas que irá levar para a maternidade, a partir de agora o seu bebé poderá nascer a qualquer momento, por isso é melhor estar prevenida.

37ª Semana

A sua gravidez é agora considerada de termo. Isto é, chegou ao tempo que se considera normal de gestação, entre a 37ª e a 40ª semana.

O feto mede cerca de 47 cm e pesa entre 2,500 a 2,900kg . A sua cabeça já deve estar na bacia da mãe. Ocupa todo o útero e dá socos e pontapés.

A sua pele está mais rosada e o cabelo pode ter até 5 cm de comprimento. A partir daqui tem capacidades para sobreviver sem qualquer tipo de auxílio.

Os sistemas estão todos formados e maduros o suficiente. Está pronto a nascer.

Curiosidade:

O facto de ter relações sexuais pode desencadear o trabalho de parto por ação das hormonas libertadas durante o ato, que podem levar o útero a contrair.

Dica:

Faça as últimas compras para si e para o seu bebé, se quiser até se pode divertir e fazer uma festa com as amigas. Tal como a chamada festa “baby shower”, que a coloca a si e ao seu bebé no centro das atenções.

O Baby Shower é uma festa. Junta um grupo de amigas e você e o seu bebé são mimados com carinhos e algumas prendas. Fotografia de Yorkd.
O Baby Shower é uma festa. Junta um grupo de amigas e você e o seu bebé são mimados com carinhos e algumas prendas. Fotografia de Yorkd.
38ª Semana

O bebé continua a engordar e fazer o seu processo de amadurecimento e crescimento, que se manterá durante a sua infância aos mais variados níveis.

Consegue agarrar tudo o que lhe vier à mão e os seus reflexos de sucção e deglutição são cada vez mais eficazes, à medida que vai chuchando no seu dedo e engolindo o líquido amniótico.

Os seus reflexos de sugar e engolir estão cada vez mais desenvolvidos.
Os seus reflexos de sugar e engolir estão cada vez mais desenvolvidos.

Curiosidade:

O trabalho de parto, numa mulher que está a parir pela primeira vez, pode levar cerca de 16 a 20 horas.

Dica:

Faça os últimos arranjos no quartinho do seu bebé e prepare tudo para a sua chegada. Deve estar para breve.

39ª Semana

Continua à espera que o seu bebé decida que é um bom dia para nascer, até lá vai continuando a crescer e a aumentar de peso, podendo atingir já os 3,500Kg.

O feto continua a crescer e a ganhar peso até ao dia em que decidir nascer.
O feto continua a crescer e a ganhar peso até ao dia em que decidir nascer.

A sua pele é rosada. A atenção que presta agora ao mundo exterior é maior, e sonha com o dia em que poderá estar com os seus papás, tanto como você sonha em poder estar com o seu filhote.

Curiosidade:

Pode pintar o cabelo durante a gravidez, mas escolha tintas à base de produtos naturais, evite as que contém amónia.

Dica:

Os inchaços (edemas) nas pernas, braços e face no final da gravidez são normais, sempre que estiver a descansar eleve as pernas, vai ver que o inchaço das pernas diminui.

40ª Semana

O bebé mede cerca de 50cm e o espaço dentro do útero começa a ser apertado.

O cordão umbilical e a placenta continuarão a assegurar que o bebé tem tudo o que precisa para sobreviver dentro da barriga da mãe, a partir do momento do nascimento o líquido amniótico é extraído dos pulmões para dar lugar ao ar e o cordão umbilical é cortado pelo que o bebé terá de se alimentar sozinho.

Esteja atenta aos sinais do seu corpo e quando achar que está na altura de ir para a maternidade, faça-o de forma calma e tranquila. Aproveite o momento, pois não se voltará a repetir, pelo menos não com este bebé e não desta forma.

Aproveite cada momento pois estes não se voltarão a repetir.
Aproveite cada momento pois estes não se voltarão a repetir.

Curiosidade:

Caso tenha um parto normal, não instrumentado, este poderá ser feito por enfermeiros especialistas em saúde materna, claro que, em caso de necessidade, há sempre uma equipa de retaguarda para ajudar no que for necessário.

Dica:

Não se esqueça de manter a hidratação da sua pele. Faça exercícios de Kegel e caminhadas pois irão ajudá-la a preparar-se para o parto e facilitar a sua recuperação depois de parir.

Deixe o seu comentário

nome*

email* (não publicado)

website